Dia do Consumidor ou Dia do Consumo?

Dia do Consumidor ou Dia do Consumo?

O Dia do Consumidor foi uma data criada em 15 de Março de 1962 pelo então presidente dos EUA, John F. Kennedy. A ideia era simbolizar e comemorar os quatro grande direitos do consumidor: de ser ouvido, à segurança, à informação e à escolha.

Porém, no Brasil, a data acabou sendo adota pelos Comércio como uma oportunidade de alavancar suas vendas, com promoções e ofertas exclusivas ao Dia do Consumidor. Diz-se até que a ideia é transformar a data numa segunda Black Friday.

Segundo o Google, a data ainda não é tão conhecida pelo brasileiro, com apenas 30% das pessoas familiarizadas com a data no início de 2018. E mais curioso, com a explicação da data, mesmo desconhecendo, 81% das pessoas disseram querer aproveitar para comprar na data. Em entrevista à Veja, o Buscapé afirmou que a expectativa de vendas para a data, em 2018, é 4 vezes maior do que um dia comum, com previsão na alta de pedidos, passando dos 421 mil em 2017, para 479 mil neste ano.

Assim como na Black Friday, quando sites e lojas aproveitam um único dia para transformar a semana inteira ou o mês inteiro de Novembro em ofertas e liquidações exclusivas, no dia do Consumidor o mesmo já acontece, conforme as imagens abaixo:

O grande cuidado que precisa ser tomado é o de não acontecer o que acontece na Black Friday: as lojas utilizarem a data para alavancarem suas vendas, utilizando-se de armadilhas, que induzem as pessoas a comprarem mais ou comprarem itens desnecessários, com ofertas mascaradas (o famoso metade do dobro).

Conforme dito anteriormente, a ideia do Dia do Consumidor era de valorizar e ratificar os direitos que os consumidores possuem, e não incentivá-los a comprar mais. Há até alguns exemplos curiosos no e-commerce de lojas que não estão nada bem avaliadas em sites de reclamações, como o Reclame AQUI, e, ao invés de melhorarem a qualidade do seu serviço e dos seus produtos, estão “comemorando” o dia do consumidor:

Portanto, talvez até existam boas ofertas na data, e, se desejadas e se não forem atrapalhar o orçamento, até podem ser compradas. O que deve ser evitado é o impulso e o gastar mais do que pode. O dia do Consumidor deve ser visto como um dia de conhecer o Código de Defesa do Consumidor, os canais e meios favoráveis ao consumo consciente e à luta pela manutenção de tudo isso.

Deixe uma resposta

Fechar Menu