Presentes, Amigo Secreto, Confraternizações e Panetones: como eles podem presentear o seu bolso?

Presentes, Amigo Secreto, Confraternizações e Panetones: como eles podem presentear o seu bolso?

O mês de dezembro é, sem dúvidas, um mês bem diferente dos demais meses do ano. O grande motivo disso é a chegada do Natal e do Ano Novo. Estas duas datas trazem juntas com elas alguns eventos e itens exclusivos, como os panetones, as confraternizações de final de ano, as brincadeiras de amigo secreto e os presentes. Eles acabam acontecendo nos ambientes de trabalho, com os amigos e nas famílias.

O clima e o sentimento trazidos por estes eventos e produtos, sem dúvidas, é incrível, porém, todo o cuidado deve ser tomado para não transformar este sentimento pontual em dores de cabeça para o próximo ano, em função dos problemas financeiros que podem surgir juntando todos os gastos relacionados aos presentes, confraternizações e viagens.

Final de Ano: fontes extras de receita

Antes até de falarmos dos gastos, é sempre válido lembrar que muita gente acaba tendo novas fontes de receita nesta época, provenientes do 13º Salário, férias, FGTS e bônus. Muitos empreendedores também acabam tendo maiores receitas nesta época, em função do aumento das vendas nos comércios e realização de feiras e bazares.

Porém, em qualquer um dos casos, o que não pode ocorrer é a sensação de que essa renda extra que entra pode ser “torrada” de qualquer forma. Mas não é bem assim, antes de qualquer coisa, é importante responder as seguintes perguntas:

  1. Estou livre de dívidas?
  2. Tenho reservas?

Se você responder “SIM” para as perguntas, você poderá usar estes recursos extras para presentes, viagens e confraternizações. Caso você respondeu “NÃO” para alguma delas, é importante utilizar o recurso adicional para quitar dívidas, separar dinheiro para as contas do começo do ano e fazer suas reservas. Esse “sacrifício” será importante para que nos próximos Natais e Anos Novos você esteja num cenário bem mais tranquilo.

Os “potinhos” de final de ano

Caso você tenha respondido “SIM” para as perguntas, você tem a possibilidade de usufruir o dinheiro a mais que entrou para as compras de final de ano de uma forma bem mais saudável, financeiramente falando. Mas, antes de comprar qualquer coisa é saber quanto você tem disponível para estes gastos do final de ano.

Para isso, comece somando todas as suas receitas. Na sequência, some todos os gastos frequentes (moradia, transporte, alimentação, etc). Subtraia um pelo outro para chegar num valor que será distribuído entre os potinhos de final de ano. Vamos chamar este valor de X.

Este dinheiro que “sobrou”, o X, será distribuido em cinco “potinhos”, de acordo com as prioridades e interesses que você tem em cada um:

Pote 1: Contas de início de ano

Antes de qualquer gasto com as festas e com viagens, reserve o valor que será necessário para pagar contas que surgem no começo do ano, como IPTU, IPVA, material escolar, matrículas. Levante estes gastos e já comece a se planejar para eles. Vamos chamar este valor de A.

Pote 2: Panetones e produtos natalinos

Já há algum tempo antes do Natal as prateleiras de lojas, supermercados e padarias já começa a ficar cheia dos panetones e chocotones. A cada ano, juntos com os modelos tradicionais, surgem novas marcas e sabores. E trata-se de um produto que não é mais exclusividade dos supermercados. Praticamente todas as lojas de marcas de chocolate possuem modelos recheados. Padarias também expõem em suas prateleiras os modelos de fabricação própria.

Quem gosta do produto pode se perder em tamanha tentação. E, mais do que a variedade de tamanhos, marcas e sabores, há também uma grande variação nos preços. Facilmente é possível encontrar desde os que custam menos de R$ 10 até os que custam mais de R$ 100.

Como não se perder? Primeiro evite comprar no impulso. Por exemplo, ir no supermercado com fome pode render várias caixas de panetones e chocotones no porta-malas. Em segundo lugar, faça uma pesquisa de preços, entre marcas e principalmente entre lojas. Por fim, caso você não tenha a urgência de comprá-los antes do Natal, aguarde passar essa época de final de ano que várias lojas fazem liquidações dos produtos.

O mesmo raciocínio pode ser aproveitado para a compra de outros produtos típicos dessa época: peru, frutas, tender, e por aí vai. Para os gastos com estes produtos todos, vamos dar o nome de B.

Pote 3: Confraternizações

O espírito de harmonia e o encerramento do ano acaba tornando as confraternizações muito comuns nas agendas das pessoas nesta época do ano. Confraternizações de empresas, com colegas de um curso/academia, parceiros, amigos e familiares fazem com que muitos restaurantes e padarias fiquem bem lotados.

Em alguns casos, a conta fica por parte de quem está organizando, em outros casos, cada um paga o que consome, há também ocasiões em que define-se um preço fixo, e, há ainda os casos da confraternização ser na casa de alguém. Nos casos de preço fixo ou de não precisar pagar, o planejamento financeiro fica mais fácil. O grande cuidado deve ser tomado com os lugares que você tiver que pagar o que consumir.

O clima de confraternização não pode se tornar uma sensação de querer gastar sem pensar para comemorar o ano puxado que se passou. Isso pode gerar uma sensação bem positiva num primeiro momento, porém, logo no dia seguinte, olhando a fatura do cartão ou a carteira vazia, você terá grandes chances de ficar frustrado ou frustrada.

Para evitar isso, separe o valor que você tem disponível para gastar em cada uma das confraternizações, e, a partir disso, veja o que você poderá consumir sem ter que estourar este limite. Este valor para as confraternizações será chamado de C.

Pote 4: Amigo Secreto e Presentes

Junto com as confraternizações, é muito comum também as brincadeiras de Amigo Secreto. A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) fizeram uma pesquisa que indicam que 42,4% dos brasileiros devem participar do Amigo Secreto neste ano. Isto representa 66,3 milhões de pessoas. E, mais do que isso, a estimativa é de que o evento movimente cerca de R$ 7,5 bilhões na economia (faturamento superior ao da Black Friday!). De acordo com as pessoas ouvidas na pesquisa, em média, o consumidor pretende gastar R$ 67,70 com cada presente.

Dessa forma, é muito comum as pessoas irem aos shoppings e centros comerciais para comprarem os presentes de amigo secreto e também os demais presentes de Natal. Porém, tanto nestes lugares quanto no e-commerce, a quantidade de opções é gigantesca. Aliás, cada loja já possui inúmeras opções.

Busque, então, antes de qualquer coisa, fazer uma lista, colocando para quem você quer comprar presentes e qual o valor do presente para cada um. A partir disso, comece já a pensar no que você gostaria de dar para cada uma dessas pessoas. E por fim, seja online seja em lojas físicas, faça a pesquisa de preços até tomar a decisão final. É importante ao máximo ir comprar os presentes sem essa noção de preços, pois, caso contrário, você será levado pelas emoções, que costumam nos fazer gastar mais do que devemos. Vamos chamar o valor para os presentes de D.

Pote 5: Viagens

É também muito comum que nesta época do ano as pessoas viagem. Viajar, seja para onde for, sempre trás consigo gastos extras, com transporte, hospedagem, alimentação e compras. Portanto, não deixe de fazer um planejamento da viagem para saber quanto você pode gastar.  Vamos dar o nome de E para os gastos com viagens.

Levantado todos estes potinhos, é importante, no final das contas, que a soma de A, B, C, D e E seja menor do que X. Caso contrário, você precisará usar recursos de terceiros, como cartão de crédito, cheque especial e outros empréstimos para possibilitá-los. E, em boa parte destes, você terá de arcar com juros, o que fará com que o valor de X só aumente.

Busque, no final das contas, um equilíbrio para aproveitar bem o final de ano, mas também, começar o ano novo com as finanças bem ajustadas. Se estiver num cenário financeiro não tão bom, não tem problema não dar presente para ninguém! Pelo contrário! Busque acertar as contas para que nas próximas ocasiões você possa aproveitar do jeito que preferir! Isto será um verdadeiro presente para o seu bolso!

Deixe uma resposta

Fechar Menu