Saiba agora: como descobrir se um fundo de investimento é seguro?

Saiba agora: como descobrir se um fundo de investimento é seguro?

O cenário caótico que vivemos atualmente – causado em grande parte por conta da pandemia do novo coronavírus –  leva muitas pessoas e empresas a repensarem certas atitudes que possam ter impacto a longo prazo, planejando com mais cuidado todas as suas ações.

Assim, muitas pessoas pensam melhor antes de tomar certas decisões, tal qual a escolha do plano de previdência privada. Como garantir que a previdência Onze é segura, por exemplo? Essa é uma questão que pode tira o sono de muita gente no momento atual.

Todo mundo quer acertar no investimento e não perder dinheiro, nessa época delicada. Por isso, é importante saber reconhecer quais empresas são locais seguros para fazer o seu dinheiro render sem perigo nenhum.

A cada dia surgem novas gestoras no mercado e, sem qualquer histórico de operações, para saber se são confiáveis ou não é preciso analisar outros ângulos e aspectos dessas companhias.

É muito comum que, por acreditarem ser muito difícil e arriscado investir, as pessoas optem por escolher operadoras tradicionais. Especialmente em casos de fundos de investimento, que possuem a fama de serem complicados de entender. Mas, nem sempre essa escolha é a mais adequada.

O que são fundos de investimento?

Os fundos de investimento – diferente do que muitos podem imaginar – não são um produto, mas sim um serviço. O fundo por si só não fornece nenhum retorno para o investidor, o que gera rendimento são os chamados ativos ou produtos, nos quais o fundo selecionado coloca o seu dinheiro.

Isso significa que, em vez de usar uma corretora para aplicar em diversos produtos de investimento diferentes, como Tesouro Direto, ações e CDB, o investidor se torna cotista em um fundo de investimentos. Assim, através da transferência do valor escolhido para investimento, o investidor se torna cotista e o gestor do fundo cuidará da aplicações.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e também a Associação Brasileira das Entidades do Mercado Financeiro e de Capitais (ANBIMA) são responsáveis por regulamentar e, é claro, fiscalizar os fundos de investimento.

Dessa forma, antes de aplicar seu dinheiro, verifique qual a classificação do fundo escolhido junto a esses órgãos, isso te dará mais segurança antes de como a investir.

Conheça seu perfil e objetivo

Apesar de ser um bom começo, avaliar a classificação do fundo de investimentos não é só o que basta para saber se ele é confiável. Antes de iniciar a sua vida no mercado financeiro é preciso estabelecer o seu perfil de investidor. Arrojado? Moderado? Conservador?

Pode parecer loucura, mas ter plena noção do seu perfil é essencial para fazer a melhor escolha de investimentos. Em seguida, é fundamental estabelecer o seu objetivo financeiro.

Qual a meta você quer alcançar com esse dinheiro? Definir exatamente aonde você quer chegar é muito importante, pois te ajuda a descobrir qual caminho será necessário trilhar para chegar lá.

Com esses dois conceitos bem definidos, qualquer um consegue saber quais são os riscos que está disposto a enfrentar e os melhores investimentos que se encaixam no seu perfil e o objetivo.

Decida qual o melhor tipo de fundo de investimentos para você

Atualmente existem diversos fundos de investimento disponíveis no mercado. Conhecer bem cada um deles te ajuda a definir onde aplicar o seu dinheiro.

Isso significa que, na hora de investir, o gestor do fundo não pode fazer o que quiser com o seu capital. Ele deverá encaminhar para algum lugar que você tenha previamente escolhido.

Confira alguns dos principais fundos ativos atualmente no mercado:

  • Renda fixa;
  • Multimercados;
  • Imobiliários;
  • Ações,
  • Cambial.

Não se esqueça de conferir as taxas

É imprescindível que você analise as taxas cobradas pelo fundo de investimentos escolhido antes de aplicar o seu dinheiro.

Ninguém quer pagar taxas abusivas e, para não cair nessa situação, uma boa e velha comparação entre os fundos já é suficiente para decidir onde aplicar seu dinheiro.

Conheça a rentabilidade

Vários desavisados acreditam que a rentabilidade é o único e mais importante fator a ser levado em consideração antes de escolher um fundo de investimentos. Ao contrário da renda fixa, esse tipo de investimento não é possível ser previsto.

Por isso, não adianta escolher qual fundo rendeu mais, pois não é dessa forma que esse serviço funciona. Nunca é possível prever quanto o fundo irá render daqui para frente.  Ou seja, um rendimento passado não pode garantir um futuro.

Sendo assim, é necessário compreender um pouco sobre rentabilidade do fundo escolhido para investir seu dinheiro da maneira correta. Não se esqueça: pesquisar, analisar e conhecer seus objetivos são essenciais para um investimento sério.


O artigo é um guest post da Redação da Red Ventures

Deixe uma resposta

Fechar Menu