Prepare-se para a Black Friday 2019!

Prepare-se para a Black Friday 2019!

Está chegando uma data muito aguardada pelos consumidores, e, principalmente, pelos lojistas. A Black Friday deste ano acontecerá no dia 29 de Novembro. A Black Friday teve a sua primeira edição aqui no Brasil em 2010, quando a iniciativa era exclusiva de e-commerces. Porém, a data foi se popularizando e crescendo a cada edição, e, hoje, representa uma das principais datas para o comércio.

Uma data recente que se transformou na data mais importante para o comércio

Para você ter uma noção do crescimento do “fenômeno Black Friday”, em 2010 o faturamento total não passou de R$ 3 milhões. Um ano depois, este número saltou para R$ 100 milhões, com ticket médio de R$ 450. Em 2015, o faturamento alcançou R$ 1,5 bilhão e ticket médio de R$ 500. Em 2016, mesmo com o Brasil vivendo um cenário de crise econômica, a data continuou crescendo, batendo a marca de R$ 1,9 bilhão e ticket médio de R$ 653. Em 2017, o faturamento foi de R$ 2,1 bilhões e, no ano passado, a Black Friday bateu a marca de R$ 2,6 bilhões, com ticket médio de R$ 608.

E as expectativas para este ano são de manutenção deste crescimento. De acordo com uma pesquisa feita pelo Google, a intenção de compras dos internautas para a Black Friday cresceu 58% em relação ao ano passado. Mais do que isso, os produtos a serem comprados também já estão na mira dos consumidores, visto que 69% já sabem o que vão comprar e só estão esperando a oportunidade. A pesquisa ainda mostra que praticamente todo mundo (99% dos entrevistados) já se familiarizou com a data. A expectativa é de gasto médio de R$ 1.330.

Outra coisa que acabou sendo percebida na pesquisa é que boa parte dos consumidores (76%) já perceberam que aqui no Brasil, as promoções da Black Friday não acontecem em uma única data, que supostamente seria na sexta-feira, mas sim, ao longo de um período. Em algumas lojas, já existem promoções do tipo “Outubro Black”. Entrando em Novembro, também começam a aparecer “November Black”, “Black Week”, e por aí vai.

O próprio Google também fez uma outra pesquisa que mostra que o número de compradores online deve se igualar ao número de compradores em lojas físicas. Apesar da Black Friday brasileira ter nascido na internet, as lojas físicas acabaram abraçando a causa e ganhando muito com isso. Neste ano, de acordo com a pesquisa, 37% das pessoas declararam que comprarão apenas em lojas físicas, 38% apenas na internet e 25% pretendem comprar pelos dois canais.

O que comprar?

A média de intenção de compra por categoria de produtos/serviços também aumentou. Enquanto que, em 2018, a intenção de compra era de 3,9 categorias, este ano aumentou para 6,5. As categorias que tiveram maior aumento na intenção de compra chamam atenção, pois eram categorias não tão relevantes para a Black Friday: veículos (aumento de 300%), planos de celular (250%), imóveis (200%) e alimentos (150%).

E, de acordo com a pesquisa feita pelo organizador da Black Friday, o portal blackfriday.com.br, os produtos mais desejados para a edição deste ano são: celular (36,5%), eletrodomésticos (36,3%), TV (29,3%) e informática (24,1%).

Ainda de acordo com a pesquisa, outro fator está mudando a forma como a Black Friday é vista. O preço, sem dúvidas, é um fator primordial para a escolha das compras, mas nesta edição, 54% dos fatores de escolha na hora da compra estão ligados à confiança e ao nível de serviço, e não ao preço. As formas de pagamento, serviços de assinatura, cashback, retirada na loja e programas de pontos estão cada vez se tornando mais relevantes.

Na pesquisa feita pelo site blackfriday.com.br, em relação às formas de pagamento, houve aumento no uso do cartão de crédito e do parcelamento nas compras, e, um forte crescimento do uso do smartphone.

A Black Friday e a Educação Financeira

Porém, quem já acompanha a Black Friday sabe que nem tudo são flores. A Black Friday muitas vezes é motivo de piadas como “Black Fraude” ou “Tudo pela metade do dobro”, visto que muitos produtos e serviços são anunciados como promoções, mas, no final das contas, estão com o mesmo preço de sempre. Por isso, a pesquisa de preços, verificar a reputação do estabelecimento comercial e o planejamento financeiro precisam estar na rotina de atividades de quem pretende aproveitar a data. Além dos sites tradicionais como Buscapé, Zoom, Reclame AQUI, Bondfaro, aproveite também o Black Friday de Verdade, que realiza pela terceira vez o “Prêmio Black Friday de Verdade”.

É interessante ver um movimento que podemos chamar de “Educação Financeira de curtíssimo prazo”. Sempre falamos aqui no blog a importância da Educação Financeira para qualquer indivíduo, de modo que este possa lidar com os seus gastos atuais, mas também se planejar para o futuro. Aí entra a essência de Economizar, Poupar e Investir. Na pesquisa feito pelo Google, nota-se um aumento de buscas por termos como “planilhas financeiras” e “como se planejar financeiramente” a partir de junho, com pico no mês de outubro. No final das contas, a necessidade do consumo, pensando na Black Friday e nas compras de final de ano, acaba criando esta busca por uma educação financeira momentânea. É algo ainda muito longe do ideal, visto os baixos índices de Educação Financeira no Brasil, mas, já é um primeiro passo. Quem sabe este primeiro passo não seja um incentivo para a formação de uma educação financeira concreta e perpétua?

Deixe uma resposta

Fechar Menu