Quando acabar a quarentena, como vai ficar sua vida financeira? 10 conselhos de finanças para não cair na preocupação

Quando acabar a quarentena, como vai ficar sua vida financeira? 10 conselhos de finanças para não cair na preocupação

A gente sempre pode aproveitar um momento difícil para ter grandes aprendizados. Com certeza, desde que você recebeu as primeiras notícias sobre a pandemia causada pelo coronavírus, sua vida tem passado por algumas mudanças.

O desafio de combater a COVID-19 é a principal preocupação de todo mundo. Nesse, cenário, o isolamento social  de prevenção da doença. Mas, ficar em casa, acaba gerando outros problemas, principalmente os de ordem financeira. 

Você tem duas opções: ou fica absorvendo ainda mais preocupação, ou começa a planejar como será a organização do seu dinheiro quando a quarentena acabar. Se você optou pela segunda alternativa, é bom ler este artigo com bastante atenção.

1. Anote quanto você ganha e gasta 

Comece agora a criar o hábito de anotar tudo o que você ganha e gasta. A gente só tem noção da quantidade de dinheiro que estamos perdendo quando colocamos tudo na ponta do lápis.

Então, pegue um caderno ou baixe um aplicativo de finanças e contabilize tudo. Pode ser aqueles 2 reais da coxinha até a prestação da casa. Não deixe passar nada. Separe por categorias, como alimentação, lazer, educação, contas da casa, entre outras.

2. Reavalie suas despesas

Depois que você realizar a primeira etapa, vai se surpreender com quantidade de gastos desnecessários. Nesse momento, é hora de avaliar o que é ou não essencial e o que pode ser substituído por algo mais econômico.

Você usa com frequência o telefone fixo? Se não, é hora de cancelar e ficar só com a internet. E aquela revista digital que você assina, quanto tempo faz que não lê? E os produtos alimentícios que estão estragando no armário? Hora de reduzir as compras!

3. Corte  e diminua gastos

Definitivamente, esse momento não é o mais adequado para gastos supérfluos. Então, adie a compra daquela roupa na nova estação e deixe para o ano que vem o plano de reformar a casa ou comprar móveis.

O objetivo é investir naquilo  que é estritamente necessário. E mesmo assim dá pra diminuir despesas. Contrate um plano de internet mais barato. Economize energia,  seja no banho ou durante o home office, que pode ser feito em espaço com luz natural.

4. Compre o essencial

É hora de aprender que a gente pode viver bem com pouco. Vá ao supermercado com uma lista de compras e foque somente nos itens que você escreveu. Evite comprar diferentes tipos de produto de limpeza. Água sanitária e sabão é o suficiente.

Não acumule  compras. Além de correr o risco de perder os produtos por conta da validade, você pode tirar  a chance de outras pessoas comprarem. Higienize e armazene corretamente frutas, verduras e legumes para não jogar dinheiro, literalmente, no lixo.

5. Pague à vista

Fuja do cartão de crédito, principalmente em supermercado e farmácia. O ideal é ter a certeza de que o que você for comprar está dentro do seu orçamento. O cartão de crédito pode gerar juros abusivos e acabar levando seu nome para o SPC. 

Portanto, reserve uma porcentagem do seu salário para suas despesas básicas e deixe o cartão de crédito para usar em casos de emergência. Aposte na fórmula “sonhar, poupar e gastar” e leve isso para sua vida, mesmo depois da quarentena.

6. Crie limites de gastos

Você precisa ter clareza de sua situação financeira e não contar com o dinheiro que você não tem. Portanto, estabeleça limites de gastos diários ou semanais. Pense assim: no supermercado, eu posso gastar 100 reais por semana, com lazer, 50 e por aí vai.

Isso também vale para despesas fixas. Consumos de água, luz e gás, por exemplo, podem ser controlados. Com organização, você pode passar pela quarentena sem maiores perrengues.

7. Negocie suas dívidas

Se você está endividado, por causa ou não do isolamento social, aproveite para negociar suas dívidas. Para isso, faça um levantamento de tudo o que você deve e proponha acordo.

Caso você pague aluguel, tente solicitar uma redução temporária no valor até que as coisas voltem ao normal. Não tenha medo ou vergonha de nenhuma dessas situações. Esses problemas estão sendo enfrentados por milhões de pessoas. 

8. Pause ou compartilhe algumas despesas

Se você tem wi-fi em casa e está fazendo home office, é uma ótima oportunidade para dar uma pausa na conta do seu celular. Cancele a TV paga até que a vida volte ao normal. Aproveite as plataformas de streaming durante a quarentena.

Divida as parcelas da Netflix, Spotfy ou Amazon Prime, por exemplo. Dependendo da quantidade de pessoas com quem você compartilhará a assinatura, o valor desses 3 canais fica menos de 10 reais por mês por pessoa. 

9. Aprenda sobre finanças

Com internet e um celular ou notebook, você tem acesso a diversos conteúdos gratuitos de educação financeira. Reserve um tempo do seu dia para aprender a controlar melhor o seu dinheiro.

Com certeza, você vai descobrir que é possível fazer o seu salário render e conquistar seus objetivos se tiver foco e planejamento. A educação financeira vai te ajudar ganhar e dar melhor destino para seu dinheiro.

10. Comece a ganhar uma renda extra

Todo mundo tem alguma habilidade. Use a sua para ganhar dinheiro extra durante e depois da quarentena. Que tal confeccionar máscaras personalizadas? Outra ideia é dar aula online de um assunto que você domina.

Você também pode começar a se preparar para ganhar dinheiro extra depois dessa fase. Tire o tempo para estudar, criar um plano de negócios e deixar tudo encaminhado para quando o isolamento acabar.

Viu só? Enxergar o copo meio cheio ou meio vazio só depende de você. Essa fase vai passar e todos vamos voltar ainda mais fortes para lidar com um novo ciclo, que poderá ser bem aproveitado se você seguir nossas dicas.


O artigo é um guest post da redação do Bom Pra Crédito

Deixe uma resposta

Fechar Menu