Gestão Financeira em Cenários Atípicos

Gestão Financeira em Cenários Atípicos

Por mais que a administração dos recursos financeiros seja peça fundamental para a sobrevivência de qualquer empresa, em tempos atípicos o controle deve ser reforçado. Alguns cenários, como o atual (Pandemia Covid-19), exigem que empreendedores de todos os níveis façam um controle rigoroso das finanças, para que os danos sejam reduzidos.

Muitas adversidades podem ocorrer devido a eventos inesperados, como por exemplo: redução de clientes, faturamento abaixo do esperado, redução do número de funcionários, queda na produção, entre outros. Ações preventivas devem ser realizadas o quanto antes, mantendo sempre uma visão ampla do negócio.

Mesmo que pareça óbvio que em momentos de crise algumas estratégias devam ser tomadas, muitos empresários ainda se encontram perdidos sobre as possíveis ações que devem seguir, fazendo com que suas empresas corram perigo de fecharem as portas. Veja agora uma lista com 10 dicas de organização empresarial indispensáveis em tempos difíceis:

1. Entenda e faça uma análise do cenário

Antes de sair tomando qualquer atitude que possa atrapalhar a sua estratégia, faça uma análise do cenário e entenda como a raiz dos acontecimentos externos pode afetar, internamente, a sua empresa. Nessa etapa é importante montar projeções e levantar alternativas viáveis para cada tipo de situação. Uma dica é fazer uma previsão das despesas para os próximos três meses, dividindo os valores de acordo com cada tipo de gasto. 

2. Levantamento de recursos da empresa

Juntamente com as ações anteriores, faça um levantamento para identificar, exatamente, os custos fixos e variáveis, pois só assim você conseguirá ter uma visão global sobre os gastos e também quais setores podem sofrer alterações. É comum que a receita mensal diminua nesse período, sendo mais um motivo para mapear todos os gastos, fugindo do saldo negativo.

3. Controle e ajustes de gastos

Dando continuidade ao levantamento anterior, ajustar e controlar os gastos deve fazer parte da sua rotina. Mesmo sabendo que esse controle deva ser feito em qualquer situação, em momentos de crise ele é essencial. Faça todo um estudo e identifique setores possíveis de receber ajustes financeiros e aproveite para mapear gastos desnecessários. Essa medida pode fazer com que você consiga ter uma renda reserva por um período maior, dando mais segurança a sua empresa.

4. Opções criativas de faturamento

Já ouviu falar em “oportunidades disfarçadas”? Pois saiba que em situações difíceis muitas empresas conseguiram enxergar uma luz que antes não via. Aproveite as consequências para criar oportunidades. Veja algumas dicas de opções criativas:

  • Crie promoções inusitadas para atrair mais clientes.
  • Veja a possibilidade de aderir aos serviços de entrega, facilitando a vida dos seus clientes.
  • Encontre formas de facilitar o pagamento.
  • Use e abuse do marketing digital. Saiba que a internet pode ser uma ótima forma de manter a sua conta positiva.

5. Controle de dívidas

Assim como a sua empresa, outras companhias também irão realizar estratégias para superar as adversidades. Talvez seja o momento ideal para que as suas dívidas corporativas sejam pagas de forma parcelada. Proponha formas diferenciadas de pagamentos e retenha parte do capital para possíveis emergências.

6. Converse e trace uma estratégia com os funcionários

Muitos empresários, por diversos motivos, podem demorar um tempo até passar a realidade da empresa para os funcionários. Essa atitude, além de injusta, pode fazer com que seus colegas de trabalho percam a confiança em você, podendo gerar um descontentamento geral.

É fato que uma empresa descontente irá produzir menos, trazendo grandes chances de prejuízos financeiros. Sendo claro e apresentando dados reais, seus funcionários irão entender que algumas medidas deverão ser tomadas para que o pior não aconteça.

7. Tenha um plano B

Durante as contrariedades é importante entender que a sua empresa deve estar preparada para qualquer evento. É de extrema importância que os planejamentos feitos sempre tenham uma segunda opção, pois pequenas eventualidades inesperadas estão sujeitas a ocorrência. Não se esqueça de traçar mais de um caminho.

8. Estude sobre finanças

Por que não aproveita o momento para aprender mais sobre finanças e gestão? Separe um tempo na agenda para aprimorar e atualizar os ensinamentos, assim você ficará mais preparado para enfrentar essa e outras crises que virão.

9. Separe as contas pessoais das empresariais

A organização e separação das despesas pessoais e profissionais devem ser prioridade nessas situações. É bastante comum, empresários utilizarem cartões da empresa para pagar contas pessoais, saiba que esse simples ato pode trazer algumas consequências, como o descontrole de caixa e a falta de dinheiro para arcar com alguns custos empresariais.

Se você não tem o costume de separar os dois tipos de contas, saiba que essa atitude trará grandes benefícios, tanto para a vida profissional quanto para a pessoal.

10. Fique de olho no fluxo de caixa

Assim como todas as dicas dadas, o controle é fundamental. O fluxo de caixa deve ser monitorado, minuciosamente. Crie maneiras de controlar as saídas e os recebimentos e se possível, faça uma previsão completa para que não ocorra um desequilíbrio financeiro. Lembre-se que esse controle pode ser mantido até depois que a crise passar.

Quando somos acometidos por situações que nos tiram da zona de conforto, é comum acharmos que o momento será eterno e que muitos problemas irão durar para sempre. Saiba que essas situações são cíclicas e mesmo que demore, vão passar. Estar preparado é a chave para vencer os desafios.


O artigo é um guest post da redação do Guerrilha de Marketing. Para mais detalhes, acesse nosso site parceiro: Guerrilha Marketing. Conteúdo de responsabilidade do anunciante.

Deixe uma resposta

Fechar Menu